top of page
  • Foto do escritorFauusp Jr.

o que design e arquitetura são capazes de fazer pelas metas da sua empresa

Atualizado: 10 de dez. de 2021

Você sabe por que um planejamento estratégico é importante? Já pensou que ele pode facilitar muitas decisões futuras em sua empresa? Saiba onde um plano e estratégia são capazes de levar a sua empresa!






O planejamento é uma atividade que fazemos no nosso cotidiano, como sair de casa para ir ao trabalho. É comum olharmos pela janela e vermos como está o tempo e, assim, escolhemos a roupa de acordo, nos vestimos e saímos de casa para ir ao trabalho. Então, temos certeza que trazer aquele casaco foi a melhor opção para o tempo frio.


Se a gente tentasse dividir em etapas o processo que usamos para tomar essa decisão, ficaria mais ou menos assim:

  1. Objetivo: ir ao trabalho

  2. Diagnóstico: olhar pela janela e obter informações sobre o tempo

  3. Decisão: escolher a roupa levando em consideração o diagnóstico coletado

  4. Ação: vestir a roupa e sair de casa em direção ao trabalho

  5. Avaliação: confirmar sobre a escolha correta ou não da roupa que está usando.

O Planejamento Estratégico (PE) de uma empresa possui a mesma função que um planejamento pessoal: atingir um objetivo definido. Por teoria, o PE é um processo formal, racional, sistêmico e flexível que visa facilitar a tomada de decisões, o alcance de objetivos e o direcionamento da organização a um futuro desejado. Ele “se preocupa mais em fazer as coisas certas do que fazer certo as coisas, ou seja, preocupa-se mais com a eficácia do que com a eficiência”. (COPE, Robert G.)


Qual o impacto do PE nas marcas?

O PE impacta diretamente no futuro da marca e ajuda a empresa a alcançar o objetivo. Assim, além de podermos evitar cansaço e sobrecarga dos membros do negócio, também é possível trilhar um caminho para o crescimento da sua empresa sem perder a sua identidade.


Um exemplo disso é a Natura, que tinha em sua estratégia ser uma empresa mais ecológica e moderna (ESG - “environmental, social and governance”). Para isso, investiu fortemente no design de seus produtos e na experiência do consumidor ao adquirir a marca, no que chamaram de “Design de Experiência”. Já pensaram que até a cor do tubo de um batom que é marrom chamuscado com bege nos remete a papel ecológico? Toda essa construção baseada no design também vende um estilo de vida, o consumidor passa a se sentir parte contribuinte de um mercado voltado à preservação da natureza.


Outra experiência que nos aproxima dessa ideia é a mudança radical de objetivo do Mc Donald’s nos últimos anos. Apesar da empresa ter surgido vendendo a ideia de fast food, atualmente, ela busca se distanciar dessa esfera e proporcionar ao usuário um ambiente acolhedor e prático, que possa ser usado para diversos fins. Objetivamente, essa mudança é consequência de uma reformulação na arquitetura e outras pequenas metas, que conta com significados visuais que indicam qualidade e autenticidade: madeira, lâmpadas de filamento, artes modernas nas paredes brancas e móveis que conversam com o moderno e simples estilo da arquitetura. Tudo isso faz parte de um plano para alcançar um objetivo maior.


Quais são as etapas do Planejamento Estratégico?

Agora que você já sabe o que é e como o planejamento estratégico impacta numa empresa, veja como colocar em prática com as sugestões de metodologias logo abaixo:

  1. OBJETIVO: Definir sua missão, visão e valores é importante para construir um planejamento que faça sentido para sua organização, e no caso da visão, determine de forma clara aonde se quer chegar. Para saber mais dê uma olhada neste guia que o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) preparou.

  2. DIAGNÓSTICO: É fundamental ter uma análise assertiva da situação atual, do ponto onde a organização está hoje, para se ter uma dimensão do pulo que precisa ser dado para se alcançar a visão. Uma forma de fazer isso é pela análise SWOT (técnica usada no planejamento estratégico que auxilia na identificação de forças, fraquezas, oportunidades e ameaças relacionadas aos negócios). Para saber mais dê uma olhada neste artigo que a empresa especialista Resultados Digitais preparou.

  3. DECISÃO: A etapa mais essencial de todo o processo: uma vez que a organização sabe onde está e aonde quer chegar, é preciso saber o que vai ser prioridade para se alcançar o objetivo. A empresa Rockcontent tem um artigo que explica melhor um jeito de fazer esse esquema priorização de tarefas, como a matriz de Eisenhower.

  4. AÇÃO: Tendo bem estabelecido o que estará no foco, é interessante desenvolver isso em um sistema de gestão que estabeleça metas claras, e um destrinchamento dessas metas, com responsáveis e planos de ação claros, por todos os níveis da organização (estratégico, tático e operacional). Uma forma de se fazer isso é por OKRs (Objectives and Key Results), e este artigo do nosso blog ajuda a explicar melhor esta metodologia.

  5. AVALIAÇÃO: erros, imprevistos, e possíveis desajustes com a realidade são problemas que podem ocorrer ao tentar colocar uma estratégia em prática. Um mindset muito difundido é o de “errar rápido para corrigir rápido”. O artigo da empresa especialista CoBlue ajuda a explicar como os OKRs podem ser uma ferramenta boa pra esse mindset.
















Para se aproximar de seus clientes, entregar mais valor em um mundo em constante atualização e, assim, potencializar seus negócios, tanto Natura, quanto McDonald 's investiram em estratégias, um em redesenhar sua marca e o outro em reformar os espaços. Se você, ou sua empresa, tem algum sonho e quer vê-lo se tornar realidade, conte com a FAUUSP Jr. para desenvolver projetos de Design (identidade visual, design UX/UI, design de produto), Arquitetura e Urbanismo (arquitetônico, interiores, paisagístico/urbano). Confira a nossa carta de serviços e projetos realizados no site!

4 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page