top of page
  • Foto do escritorFauusp Jr.

entrevista com anna sortino

Atualizado: 10 de dez. de 2021





Anna Sortino conta sua trajetória com a arquitetura de interiores e a implantação de hotéis, além do trabalho no Dois Pontos Arquitetura, escritório que é sócia junto com Simone Barbero.


1. Como foi a sua trajetória após sair da graduação na FAUUSP?

Ainda na FAU, eu fiz estágio na Debora Aguiar e no Studio Arthur Casas em Nova Iorque e São Paulo. Quando eu me formei, voltei para a Débora Aguiar e, um pouco depois, eu fui trabalhar na Starbucks.

<br/> Na Starbucks, eu cuidava do desenvolvimento de fornecedores LATAM de marcenaria e mobiliário e onde eu tive uma das mais ricas experiências. Eu fiquei 4 anos com eles e sai quando tive questões familiares que me fizeram mudar um pouco o rumo.

Nesse período, comecei a pegar projetos próprios e com a minha sócia hoje, a Simone Barbero. Um dos projetos era ajudar a construir a gama de fornecedores para a empresa We Work começar no Brasil, onde fui contratada depois e fiquei por quase dois anos.

<br/> Ao sair da We Work, não tinha mais motivos para não retomar o escritório, então oficializamos a nossa união na Dois Pontos Arquitetura e voltamos aos projetos. Nesse meio tempo, eu fiz pós de Administração de Empresas na FGV, Mestrado na FAU na área de Tecnologia, Pós em Direito Imobiliário no Secovi.<br/> Eu amo aprender e conhecer mais sobre os assuntos em torno dos meus dias, então sou muito adepta ao aprendizado. Hoje, com a loucura do escritório, eu ainda aprendo todos os dias, mas confesso que sem muito tempo para cursos.

2. Dentro desse caminho, quais foram os seus projetos favoritos e divertidos de fazer?

Eu acho que todos os projetos tem seu charme! Cada cliente tem um perfil e um desafio, e cada tipo de trabalho tem seu encanto. Quando é corporativo, você pensa em um uso coletivo e é super interessante pensar na dinâmica do todo, assim como na hotelaria. Quando é residencial, você lida com a vida das pessoas e como elas gostam de se relacionar com sua casa. Difícil escolher! Amo todos!

3. Como é a rotina e a dinâmica de trabalho na Dois Pontos?

Nossa rotina é bem influenciada por entregas, reuniões, obras e propostas. Tentamos organizar os dias da semana e vamos nos movendo conforme esses prazos. A obra tem uma dinâmica singular, com muitos imprevistos o tempo todo, então pode-se dizer que não tem muita rotina. Eu e a Si nos envolvemos diretamente com todos os clientes e em todos os projetos, com pessoas que nos ajudam no desenvolvimento e acompanhamento. Então, muitas vezes, acabamos trabalhando em horários alternativos, fim de semana, mas também conseguimos nos organizar quando queremos uma tarde off.

4. Conta um pouquinho de como é o processo criativo, escolha de materiais e produção do desenho no escritório?

Tudo parte do cliente. Nosso escritório não tem uma carinha definida, gostamos de fazer nosso cliente feliz. Geralmente pedimos referências do que eles gostam ou mostramos o que nós pensamos para o projeto e partimos dali! Estudar a vida e uso dos espaços - sejam hotéis, escritórios ou apartamentos - é um dos nossos pilares no desenvolvimento dos projetos, não abrimos mão da funcionalidade dos ambientes.

<br/> Depois disso estudamos os layouts e fazemos o 3D com conceito que pensamos, se aprovado pelo cliente, a gente segue com 3D mais realistas e executivo. Tudo é, mais uma vez, revisado com o cliente, então soltamos para orçamento e início da obra.

Na parte de especificação de materiais, sempre estamos indo em feiras, lojas e conhecendo o que o mercado tem a oferecer, além de estudar opções diferentes que são usadas fora do Brasil.

5. Por último, tem alguma dica pros alunos da FAUUSP que queiram seguir na área da arquitetura?


Na Arquitetura de Interiores mais especificamente minha dica é: trabalhem! Nunca digam não! Se um amigo quer ajuda com um sofá, uma mesa, home office, não importa! Se alguém te convida para uma feira, para uma palestra, para um evento, para visitar uma obra, vá! Pois a gente aprende muito à todo o tempo e o TEMPO na faculdade é muito rico. Aproveitem para explorar sem peso e sem medo, criem coragem e confiança!

Escolham os profissionais que vocês amam e admiram, e busquem conhecer o trabalho deles. Olhem esses arquitetos/ profissionais com curiosidade, nunca aceitação; de modo a buscar entender o que os tornam diferentes e especiais, e se o que vocês descobrirem faz sentido para vocês. Se não fizer, busque alguém que faça! Não aceitem empregos pequenos, se não quiserem, porque vocês são incríveis.

E desejo que se apaixonem, que idolatrem e que façam coisas ainda mais maravilhosas.

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page